Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
  • Plantão
    0800 642 7080
  • Comercial
    0800 644 6066 / (48) 3657 8100

Notícias e Eventos

Imagem da Notícia

22/02/2021

Cegero investe R$ 6 milhões na Subestação Cegero 138 kV e na construção de novo alimentador

Com o objetivo de continuar fornecendo energia elétrica com qualidade e confiabilidade, garantindo assim o desenvolvimento da região, a Cooperativa de Eletricidade de São Ludgero (Cegero) realizará em 2021 um investimento de R$ 6 milhões na ampliação da Subestação Cegero, com a instalação de um terceiro transformador de 20/26 MVA, e a construção de um sétimo alimentador.

 

O crescimento do consumo de energia elétrica da Cooperativa nos últimos anos foi acima da média nacional, ultrapassando a média de 8% ao ano. Atualmente, a capacidade da Subestação Cegero, com dois transformadores, é de 40 MVA, podendo chegar ao limite de 52 MVA. Com a instalação do terceiro transformador, previsto para entrar em operação ainda no ano de 2021, a capacidade de transformação aumentará para 60/78 MVA. Em relação aos alimentadores, atualmente a Cegero possui quatro destinados para o setor industrial, um para a área central da cidade e um para a área rural, totalizando seis alimentadores. Com um investimento aproximado de R$ 1.000.000,00 será construído o sétimo alimentador, com aproximadamente 6 km de extensão.

 

O Engenheiro Eletricista, Responsável Técnico da Cegero, Adriano Maurici, informa que o crescimento nos últimos anos, muito acima da média nacional, fez a Cegero antecipar o investimento na ampliação da subestação, inicialmente previsto para 2025. “Com o passar dos anos, muitos fatores contribuíram para o aumento considerável na demanda, entre eles, o fato da Cegero distribuir energia de qualidade a um preço muito acessível, sendo hoje a menor tarifa do Brasil”, enfatiza. Ao falar do investimento, ele completa dizendo que a previsão de conclusão do sétimo alimentador é de junho de 2021. Já a ampliação da subestação e instalação do terceiro transformador 20/26 MVA, está prevista para ser concluída em setembro de 2021. “O crescimento na demanda por energia elétrica é alto em nossa área de atuação. O crescimento industrial é muito grande com a abertura de novas empresas, ampliações das existentes e novas instalações residenciais. Nesse início de 2021 atingimos a marca de 37,4 MVA em potência demandada, uma marca histórica para a Cooperativa”, esclarece.

 

Voltando um pouco ao passado próximo, é importante lembrar que entre o período de 2001 e 2005 a Cegero tinha uma média de crescimento na demanda de energia elétrica de 8,5%. Porém, entre 2006 e 2010, até a inauguração da Subestação própria, o aumento não ultrapassou os 4% ao ano. O motivo do crescimento baixo estava relacionado ao limite da oferta de energia elétrica e a não possibilidade do aumento demanda por parte das indústrias.

 

O presidente da Cegero, Francisco Niehues Neto, o Chico, diz que o investimento que será feito em 2021 é a garantia do desenvolvimento, tanto no perímetro urbano como no meio rural, na área de atuação da Cooperativa, oportunizando novos negócios, ampliações e novas construções, sejam elas empresariais ou residenciais. “Com planejamento, determinação e eficiência na gestão, a Cegero está garantindo que os consumidores continuarão a ter acesso à energia de qualidade ao menor preço possível”, pontua.